Fale Conosco

Entre em contato com o clube

qual o motivo de seu contato?

Endereços e Telefones
Devido a grande demanda de visitas e ligações estamos fazendo inicialmente o contato somente por e-mail.

Obrigado pela compreensão!

Tem um cão abandonado na minha rua. O que fazer?

Primeiramente, reflita sobre a oportunidade de cuidar e ajudar este animal. Pense com carinho na possibilidade de adotá-lo. Caso não possa, com um pouco de boa vontade, paciência e criatividade, com certeza, conseguirá um lar que o adote. Não se desespere.

Lembre-se que um animal é uma vida, e a vida deve ser preservada sempre. Ninguém quer viver abandonado nas ruas, sujeito a maus tratos, fome, sede, frio e solidão. Cães e gatos dependem de nós.

O ideal é levá-lo à uma Clínica Veterinária, checar sua saúde, vermifugá-lo e vaciná-lo. Posteriormente, caso ele fique um tempo maior com você, pense em esterilizá-lo, evitando assim crias indesejadas e mais abandono.


Quero denunciar um caso de maus tratos.

1. Investigue

Antes de qualquer atitude, certifique-se de que se trata de um caso de maus tratos (conheça as leis em vigor, abaixo). Colha evidências, testemunhos que comprovem a situação. Sempre que possível, procure conversar com o agressor, salientando que os animais são protegidos por leis. Aja de maneira educada, mas objetiva. Tenha em mente que a finalidade é o bem estar do animal.

Leis
- Lei Federal Nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, a "Lei dos Crimes Ambientais".
- Decreto Lei Nº 24.645, de 10 de julho de 1934, define maus-tratos aos animais.

2. Denuncie

Pela Constituição de 1998, os animais são tutelados pelo Estado, ao qual cabe a função de protegê-los. Os atos de abuso e de maus tratos configuram crime ambiental e devem ser comunicados à polícia, que registrará a ocorrência, instaurando inquérito.

A autoridade policial está obrigada a proceder a investigação de fatos que, em tese, configuram crime ambiental.

Como denunciar:

Toda pessoa que testemunhe atentados contra animais pode e DEVE comparecer à delegacia mais próxima e lavrar um Termo Circunstanciado (TC), espécie de Boletim de Ocorrência (BO), citando o artigo 32 da Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98, "Praticar ato de abuso e maus tratos a animais domésticos ou domesticados, silvestres, nativos ou exóticos ".

Caso haja recusa do delegado, cite o artigo 319 do Código Penal, que prevê crime de prevaricação: receber notícia de crime e recusar-se a cumpri-la.

Denúncias por telefone, podem ser feitas pelo "Disque Denúncia":

SUL
RS - 181
SC - 181
PR - 181

SUDESTE
SP - 181
MG - 181
RJ - (21) 2253-1177 / 0300-253-1177 (Petrópolis)

NORDESTE
BA - 3235-000 (Capital) / 181 (Interior)
SE - 181
AL - 0800-2849390 Polícia Civil / (82) 3201-2000 P.M.
PE - (81) 3421-9595 (Capital) / (81) 3719-4545 (interior)
PB - 197
RN - 0800-84-2999
CE - (85) 3488-7877
PI - 0800-280-5013
MA - 3233-5800 (Capital) / 0300-313-5800 (interior)
TO - 0800-63-1190

NORTE
PA - (94) 3346-2250 / 181
AM - 0800-092-0500
RR - 0800-95-1000
AP - 0800-96-8080
AC - 181
RO - 0800-647-1016

CENTRO-OESTE
MT - 197
MS - 147
GO - 197
DF - 197

Se houver demora ou omissão, entre em contato com o Ministério Público ESTADUAL - Procuradoria de Meio Ambiente e Minorias. Envie uma carta registrada descrevendo a situação do animal, o Distrito Policial e o nome do delegado que o atendeu. Você também pode enviar fax ou ir pessoalmente ao MP. Não é necessário advogado.

Ministério Público Estadual em São Paulo - (11) 3119-9000

Para informações sobre MP de outros estados acesse: www.redegoverno.gov.br

Caso o agressor seja indiciado, ele perderá a condição de réu primário, isto é, terá sua "ficha suja". O atestado de antecedentes criminais também é usado como documento para ingresso em cargo público e empresas, que exigem saber do passado do interessado na vaga, poderão recusar o candidato à vaga, na evidência de um ato criminoso (veja ao final outras maneiras de denunciar).

enviar e-mail

Encontrei um animal atropelado, o que fazer?

Milhões de animais vivem hoje abandonados nas ruas, sujeitos a todos os tipos de infortúnios, incluindo atropelamentos. Para nós e para qualquer ONG, é impossível resolver este problema e salvar a todos, infelizmente. O Clube dos Vira-Latas possui um limite físico de animais que precisa ser respeitado. Caso ultrapassemos este limite, colocaremos em risco todos os animais que já mantemos, tanto pela superlotação, quanto pelas limitações financeiras. Por isso, e contando com a sensibilidade de todos, precisamos que todos ajudem e trabalhem em prol deles. Somente assim, o problema será resolvido.

O primeiro passo ao encontrar um animal nesta situação é retirá-lo do local de risco, como o meio da rua, por exemplo. Devido a dor, eles podem eventualmente tornarem-se agressivos, não por maldade, mas porque dói e estão morrendo de medo. Aproxime-se do animal com cautela, mostre a ele que está ali para ajudá-lo e somente quando ganhar sua confiança, tente removê-lo. Em seguida, encaminhe-o a uma clínica veterinária. A cidade de São Paulo, por exemplo, possui um hospital veterinário público. Durante o tratamento, comece a procurar por um adotante, caso não possa ficar com ele. Convide amigos a ajudar, repartindo despesas e no final, você terá salvo uma vida.


Encontrei um animal morto. O que fazer?

As prefeituras têm obrigação de recolher corpos por questões de saúde pública. Basta entrar em contato com a prefeitura ou subprefeitura, informando o local e solicitando a remoção.


Quero deixar meu animal no Clube

Milhões de animais vivem hoje abandonados nas ruas, sujeitos a todos os tipos de infortúnios. Para nós e para qualquer ONG, é impossível resolver este problema. Somente uma política pública e eficiente de castração resolverá isso no longo prazo.

O Clube dos Vira-Latas possui um limite físico de animais que precisa ser respeitado. Caso ultrapassemos este limite, colocaremos em risco todos os animais que já mantemos, tanto pela superlotação, quanto pelas limitações financeiras. Por isso, sempre priorizamos cães de rua e correndo risco de morte. Gostaríamos de poder salvar a todos, mas é impossível.

Se você possui um animal, nunca o abandone. Ele tem somente a você no mundo, confia em você, ama você. Entendemos que infelizmente, algumas vezes, a vida “vira de cabeça para baixo” e achamos que não daremos conta de tudo, mas tudo passa. Se por um acaso você está passando por um desses momentos, reflita e espere, mas nunca abandone seu amigo.


Cuidados básicos com meus animais

ORIENTAÇÕES PARA CÃO ADULTO

- Alimentação:
• Animal esta com a alimentação ração max performance adulto. Em caso de troca da ração retirar gradualmente misturando a ração oferecida com a nova. Em caso de troca radical animal poderá ter uma gastroenterite severa, tendo que obter acompanhamento ao veterinário.
• Indicações de alimentação super premium adulto para pequeno porte ou médio ou grande porte, acima de 7 anos iniciar ração sênior. Oferecer 2 vezes ao dia a quantidade correta conforme orientação do fabricante.
• Comedouro de resina e ou inox – lavar com frequência.
• Água fresca mineral ou filtrada à vontade. Trocar todos os dias. Manter bebedouro e comedouro sem contado com a luz solar e longe do local que animal defeca e urina.
• Petiscos: Pedigree equilíbrio natural, ossos Organnact.

- Higiene/manejo:
• Banhos com xampu neutro para cães (sem ectoparasitas associado). Animais de pelo longo banhos a cada 7 dias, e animais de pelo curto banhos a cada 15 dias.
• Escovação dentaria: creme dental para cães da virbac de 2 a 3 vezes por semana.
• Limpeza dos condutos auditivos: epiotic instalar 8gts em cada conduto e massagear atrás das orelhas, limpar a região externa das orelhas com algodão. Realizar limpeza a cada 7 dias.
• Cama ou casinha para dormir, sempre limpa e seca, e que fique em um local protegido. (evitar casinhas de madeira, infestações de pulga).

- Controle de ectoparasitas:
• Frontline plus a cada 30 dias, conforme orientação do fabricante.
• No ambiente: Herbal vet (diluição: 1 ml/litro de água) Passar com um pano em todo o ambiente, no caso de puliciose, borrifar nas paredes, se houver infestações por carrapatos, principalmente próximo ao local onde o animal dorme. Utilizar a cada 07 ou 15 dias, ou dependendo da necessidade, durante 2 a 4 meses.
• Em caso de infestações intensas dedetização.

- Recomendações gerais:
• Corte esporádico das unhas (quando necessário)
• Não passear com o animal no horário das 10h às 16h asfalta muito quente, risco de insolação.
• Imunização V8/V10 e Antirrábica anual e vermifugação semestral.
• Não medicar o animal por conta própria, nem todos os medicamentos é correto para cães podendo intoxicar.
• Em caso do animal apresentar apatia, emagrecimento, diarreia, vômitos e quaisquer outros sintomas anormais levar ao médico veterinário.


ORIENTAÇÕES PARA CÃO FILHOTE

- Alimentação:
• Animal esta com a alimentação ração max performance filhote. Em caso de troca da ração retirar gradualmente misturando a ração oferecida com a nova. Em caso de troca radical animal poderá ter uma gastroenterite severa, tendo que obter acompanhamento ao veterinário.
• Indicações de alimentação super premium filhote pequeno porte até 12 meses de vida, filhotes de grande porte até 18 ,meses de vida, após ração adulta e animal acima de 7 anos iniciar ração sênior. Oferecer 3 vezes ao dia a quantidade correta conforme orientação do fabricante.
• Comedouro de resina e ou inox – lavar com frequência.
• Água fresca mineral ou filtrada à vontade. Trocar todos os dias. Manter bebedouro e comedouro sem contado com a luz solar e longe do local que animal defeca e urina.
• Petiscos: Pedigree equilíbrio natural, ossos Organnact Junior.

- Higiene/manejo:
• Banhos com xampu neutro para cães (sem ectoparasitas associado). Animais de pelo longo banhos a cada 7 dias, e animais de pelo curto banhos a cada 15 dias.
• Escovação dentaria: creme dental para cães da virbac de 2 a 3 vezes por semana.
• Limpeza dos condutos auditivos: epiotic instalar 5-8gts em cada conduto e massagear atrás das orelhas, limpar a região externa das orelhas com algodão. Realizar limpeza a cada 7 dias.
• Cama ou casinha para dormir, sempre limpa e seca, e que fique em um local protegido. (evitar casinhas de madeira, infestações de pulga).

- Controle de ectoparasitas:
• Frontline spray a cada 30 dias, aplique conforme orientação do fabricante.
• No ambiente: Herbal vet (diluição: 1 ml/litro de água) Passar com um pano em todo o ambiente, no caso de puliciose, borrifar nas paredes, se houver infestações por carrapatos, principalmente próximo ao local onde o animal dorme. Utilizar a cada 07 ou 15 dias, ou dependendo da necessidade, durante 2 a 4 meses.
• Em caso de infestações intensas dedetização.

- Recomendações gerais:
• Corte esporádico das unhas (quando necessário)
• Não passear com o animal no horário das 10h às 16h asfalta muito quente, risco de insolação.
• Imunização V8/V10 e Antirrábica anual e vermifugação trimestrais, após adulto semestral.
• Não medicar o animal por conta própria nem todos os medicamentos é correto para cães podendo intoxicar.
• Em caso do animal apresentar apatia, emagrecimento, diarreia, vômitos e quaisquer outros sintomas anormais levar ao médico veterinário.


Doações

Visite a página COMO AJUDAR para conhecer as diversas maneiras de fazer a sua doação.


Parcerias

Sua empresa também é bem-vinda e pode ajudar bastante o Clube.

Donos de pet shops, por exemplo, podem nos ajudar muito promovendo os eventos de adoção em seus próprios estabelecimentos.

enviar e-mail

Imprensa

Se você é jornalista, para assuntos relacionados à imprensa ou assessoria de imprensa, basta escrever um email.

enviar e-mail

Sugestões e críticas

Caso tenha alguma sugestão ou crítica em relação ao nosso trabalho, basta nos escrever. Pedimos que seja construtivo e procure sempre ajudar a melhorar nosso trabalho.

enviar e-mail

Trabalho voluntário

O Clube dos Vira-Latas, como toda ONG, necessita de toda a ajuda possível. Quando mais pessoas engajadas à causa, melhor. Voluntários podem trabalhar em nossos eventos de adoção, realizar trabalhos pontuais em nossa sede, ajudar na divulgação da causa, enfim, as possibilidades são muitas, bastando que cada um disponibilize algum tempo e seu talento em prol da causa. Para entrar em nosso banco de dados de voluntários, envie um email.

enviar e-mail

Eventos e palestras

Todos os nossos eventos são divulgados através de nosso canal no Facebook e também no calendário de eventos aqui no site. Caso queira comparecer a algum, basta verificar a data e aparecer. Será um grande prazer tê-lo conosco.

O Clube dos Vira-Latas também possui profissionais capacitados a realizar palestras sobre a realidade dos animais de rua, as leis vigentes e também sobre como ONGs podem alavancar sua divulgação utilizando as redes sociais. Para saber mais, basta entrar em contato.

enviar e-mail

Visitas ao Clube

A sede do Clube dos Vira-Latas fica em Ribeirão Pires/SP.

Todas as visitas ao abrigo são bem-vindas. Não divulgamos abertamente o endereço do abrigo, pois, infelizmente, muitas pessoas o usam para abandonar animais, na maior parte das vezes, seus próprios animais. A divulgação aberta do telefone também faria com que ele tocasse ininterruptamente e por isso, teremos prazer em enviá-lo após o primeiro contato por e-mail.

Para falar conosco ou caso queira nos visitar, envie um email.

enviar e-mail

Outros assuntos

Para quaisquer outros assuntos, envie um e-mail para contato@clubedosviralatas.org.br que teremos prazer em responder. Como, no entanto, todo nosso trabalho é voluntário e o volume de mensagens recebidas é enorme, pedimos desculpas por eventuais atrasos ou demoras nas respostas. Gostaríamos de ter profissionais dedicados a esta tarefa, mas nosso orçamento não permite.

enviar e-mail